Indústria

Touching Everyday Lives - Eldorado Celulose e Papel Brasil

Maior fábrica de celulose de linha única do mundo, construída em tempo recorde, Eldorado, Brasil

Três Lagoas, Brasil

Fatos do projeto

Nome do cliente: Eldorado Celulose e Papel

País: Brasil

Tipo: Fábrica de celulose

Matéria-prima: Eucalipto plantado

Capacidade de produção: 1,5 M t/a

Produção de celulose para infinitas possibilidades da vida

Três Lagoas, no interior do estado brasileiro de Mato Grosso do Sul, se tornou o maior produtor mundial de celulose graças à sua localização estratégica no cruzamento de ferrovias, rodovias e hidrovias do país.  É aqui que a Eldorado Celulose e Papel opera a maior fábrica de celulose de linha única do país. A fábrica foi projetada para produzir 1,5 milhão de toneladas de celulose branqueada de eucalipto por ano. A produção, das florestas plantadas de eucalipto, uma fonte 100% renovável, é exportada para os mercados produtores de papel da América do Sul, América do Norte, Europa e Ásia.

Em 2009, a Eldorado Celulose e Papel abordou Pöyry em relação a esse ambicioso projeto.  Por meio de uma estreita colaboração, a Pöyry trabalhou com a Eldorado em aspectos do projeto, incluindo estudo conceitual inicial, engenharia básica, apoio ao gerenciamento de construção e o trabalho detalhado de engenharia dos equipamentos de equilíbrio da planta (EEP).  Os executivos da Eldorado queriam uma abordagem simples com um cronograma agressivo para a conclusão da instalação e que a fábrica começasse a funcionar até dezembro de 2012.

"Para nós, a Pöyry foi o único concorrente que podia ajudar em todas as fases do ciclo de vida do projeto em um esforço enorme - desde avaliação até lançamento , Sr. Carlos Monteiro, Diretor Industrial, Eldorado.

A fábrica terá produzido seus primeiros 1,5 milhão de tonelada em fevereiro de 2014, sua produção de celulose usada no mundo todo em tudo, desde papel higiênico a guardanapos até diferentes tipos de papel para imprimir e escrever.  A Eldorado visa a completar três outras linhas de celulose na região até 2020, produzindo um total de 5 milhões de toneladas ao ano.  A instalação também está contribuindo para a população local, fornecendo trabalhos para cerca de 25.000 pessoas.