Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Rectangle 212 + Rectangle 212 + Rectangle 212 Created with Sketch. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Twitter Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta. Slice 1 Created with Sketch Beta.

9 Oct 2017

Gerenciamento eficiente do BOP pela Pöyry garante prazo em construção da segunda linha de produção da Fibria em Três Lagoas (MS)

- Excelência da Pöyry no gerenciamento da segunda linha de produção de celulose da Fibria contribuiu para que a partida na produção ocorresse antes do prazo previsto

- Foram mais de 3,5 milhões de homens-hora trabalhadas no BOP, sem registro de acidente com afastamento

A Fibria, empresa brasileira e líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, iniciou as operações da sua segunda linha de produção– o Projeto Horizonte 2 –, localizada em Três Lagoas (MS), no dia 23 de agosto, com a alimentação do digestor e a produção do primeiro fardo de celulose três dias depois. Com capacidade de produção anual de 1,95 milhão de toneladas de celulose em linha única, a nova planta teve o projeto e o gerenciamento do BOP (Balance of Plant), na modalidade EPCM (Engineering, Procurement, Construction and Management), realizados pela Pöyry.

A multinacional finlandesa de consultoria e serviços de engenharia teve como desafio executar e concluir o BOP no prazo determinado para não causar atrasos no comissionamento das ilhas de processo e, consequentemente, garantir que o start-up ocorresse na data prevista.

As atividades da Pöyry em Três Lagoas começaram em agosto de 2015, mas a companhia já estava envolvida com o projeto desde janeiro de 2011, quando foi selecionada para a realização dos estudos conceitual e ambiental da nova planta. Na fase de implantação, a Pöyry gerenciou 14 empresas na obra, entre construtoras, montadoras e fornecedores de sistemas diversos, e que atingiu um contingente de 1.950 colaboradores no pico do projeto. No total, a consultoria gerenciou 1.380 pedidos de compra no BOP, entre materiais, equipamentos, mão de obra etc.

“Graças a um trabalho de gerenciamento de excelência, fomos capazes de entregá-lo no prazo, com toda a qualidade e segurança esperada pelo cliente, mesmo em um projeto altamente complexo como este”, comemora Márcia Mastrocola, diretora de Processos Industriais da Pöyry para a América Latina. A executiva destaca ainda outro marco importante: o índice zero de acidentes de trabalho, sem afastamento, nas mais de 3,5 milhões de horas trabalhadas gerenciadas pela consultoria.

Considerada estado da arte, a nova fábrica de celulose da Fibria conta com as melhores tecnologias disponíveis e as melhores práticas ambientais mundiais. A Pöyry também desenvolveu uma série de soluções inovadoras, em diversas etapas do projeto, que ajudaram a Fibria a alcançar redução de custos durante o empreendimento. Uma delas foi o aumento do vão entre as linhas de centro dos pilares de concreto dos pórticos de tubulação (pipe rack) para 24 metros e a redução do comprimento dos módulos metálicos, que suportam as tubulações, para 18 metros. Tal configuração reduziu em 20% o custo de implantação da obra civil e metálica do pipe rack.

Outro fator importante, determinado pelo BOP, foi a utilização de turbos geradores, com capacidades de 149 MW (TG3) e 126 MW (TG4), abrigados em um prédio com a respectiva central de distribuição de energia SE-A20, e de onde é distribuída a energia para as demais subestações. Foram estudadas várias alternativas de layout e a mais interessante foi a colocação dos TGs em paralelo, o que permitiu diminuir as dimensões do prédio. Essa solução possibilitou uma redução de custo nas obras civis da ordem de 6%. Adicionalmente, a produção de energia elétrica da nova linha de produção da Fibria gerará um excedente de 130 MW.

Com o Projeto Horizonte 2 em operação, a unidade da Fibria em Mato Grosso do Sul contribui para posicionar a empresa como a maior fabricante de celulose branqueada de eucalipto no mundo, com capacidade de produção total de mais de 7,2 milhões de toneladas anuais. A primeira linha de produção da empresa em Três Lagoas, em operação desde 2009, teve a Pöyry como responsável pelo projeto conceitual, estudos de impacto ambiental, BOP e serviços de EPCM, além do gerenciamento do projeto como um todo.

Até novembro, a Pöyry manterá uma equipe no site para dar assistência na fase pós-partida e também cuidará de toda a parte de entrega do projeto, que envolve documentação e transferência de controle.

Sobre a Pöyry

A Pöyry é uma empresa internacional de engenharia e consultoria, que entrega soluções inteligentes a clientes da indústria florestal, papel e celulose, mineração e metalurgia, químicos e biorrefinaria, infraestrutura, água e energia (geração, transmissão e distribuição). Com atuação focada em qualidade e integridade, realiza consultoria técnica e estratégica e serviços de engenharia sustentados por uma vasta experiência e capacidade de implantação de projetos.

No Brasil, a Pöyry iniciou atividades em 1974, tendo criado a sua subsidiária brasileira em 1999. Nesse período, aumentou o seu escopo de atuação, ingressando ainda mais nas áreas de consultoria e gerenciamento de projetos, além dos serviços de engenharia de fábrica. Atualmente, conta com mais de 500 colaboradores no País e atende mais de 50 clientes, de diversos setores.

Globalmente, a empresa possui cerca de 5.500 especialistas, distribuídos em 40 países e 130 escritórios locais. O faturamento do grupo em 2016 foi de 530 milhões de euros, e as ações da empresa estão cotadas na bolsa NASDAQ OMX Helsinki.

Siga a Pöyry nas redes sociais: Facebook, Linkedin, Twitter e YouTube.

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 7,25 milhões de toneladas de celulose por ano, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 1,056 milhão de hectares de florestas, sendo 633 mil hectares de florestas plantadas, 364 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 59 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países e matéria-prima para produtos de educação, saúde, higiene e limpeza. Saiba mais em www.fibria.com.br

Informações à imprensa:

GPCom Comunicação Corporativa

Nando Rodrigues – nando@gpcom.com.br

Murillo Senne – murillo@gpcom.com.br

Giovanna Picillo

Tel.: (11) 3129-5158